Páginas

terça-feira, 26 de outubro de 2010

KZÉ




(A)brupto, bruto pa(c)to
Pato com unha de ca(c)to
Cato o som do ótico a(p)to
ato ó(p)tico ao tato certo

La(p)so, laço dos si(g)nos
sino com ra(p)to dos ósculos
di(g)nos ratos de óculos
lendo letras do Dino.

Ri(t)mo, rimo com esti(g)ma
estima a um ca(p)tador
q a(d)notava em cá(p)sulas, rimas
p/ caçulas a(g)nados...

e meninas


segunda-feira, 6 de setembro de 2010

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

LEGEND (Bob Marley, a LENDA)



Garoto: É verdade que Bob Marley tinha 12 espécies diferentes de piolhos quando morreu?

Professor de música: Que nada! Isso são lênd(e)as.

sexta-feira, 30 de julho de 2010

SÃOs: Salvador X Sebastião


Vôo 1322:



SOBRE NUVENS



Icebergs flutuantes no mAR atmosférico.
Algodão estático no ar.
Múltiplas pipocas tímidas e silenciosas e lentas.
Cirrus limpos e alvos deixam sombras nas casas,
nos rios verdes, vermelhos, nos rios negros.
Nos indicadores dos meninos cuRIOosos.

Sábias, deixam sol e sonhos passarem por sua geometria.



SOB NUVENS


Uma menina em exclamação:

- Olha papai, um avião!!!

terça-feira, 20 de julho de 2010

quarta-feira, 30 de junho de 2010

BEM-VINHO*


Beijo vinhos
Secos, suados e extintos,
Vinhas vida, tinto suave,
tino embriagado,
mosto de uva nesga,
sumo de viga madura,
rega a vulva fresca, levedura
em riste
em haste
desnudo à míngua
álcool sóbrio sobre a língua
dissolvendo pele seca, açúcar

sugo ácido saido
pérolas brancas destiladas
fluidas...
pra boca ávida, encarnada
coisa amada amotinada
taça rosa saturada
suco maduro entornado
Baco...

Pro gargalo rubro, rótulo
de um viril aroma, enólogo
a deflorar a rolha adega
num concentrado lufo de saliva
em ar suspenso
desejo de degustar
beijo vinhos volume 12 por cento
em lapso de conta-gotas da garrafa.

*Poema em parceria com Simone Kumagae.

sexta-feira, 25 de junho de 2010

DE QUATRO CUP



Em_pata (foda) no chão,
garante, no (ponto) G, o Brasil
na primeira posição.

sexta-feira, 11 de junho de 2010

SURTO HEREGE(JE)-NAGÔ

...

Tive um sonho alto:

Era te comer no
pal co
logo depois do
cu lto

quarta-feira, 19 de maio de 2010

ÁVIDA



A vida é uma piada.
O resto é história verídica.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

ELA

Foto: Liu Engel - Crisálid(i)a


Ver
o vulto dela
Vê-la

Rever
a risada dela
Revê-la

Reverter
a resposta dela
Revertê-la

Verter
a saliva dela
Vertê-la

Ter
o beijo dela
Tê-lo

E tear seus cabelos numa sala de cinema
E capturar seus olhos na tela, na cena
E ceder o som da película à ela
CD-la

sábado, 8 de maio de 2010

L'Art

Green arsenic smeared on an egg-white cloth,
Crushed strawberries! Come, let us feast our eyes.

Ezra Pound, LUSTRA (1916)

A'rte

Arsênio Verde manchado sobre um pano de clara de ovo,
Morangos esmagados! Vinde, alegria dos nossos olhos.

Tradução: Rafael dos Prazeres


sexta-feira, 7 de maio de 2010

CASA BLANCA



Dezesseis Persas claras
dispostas em sentindo mate
Disparam a ciência ordinária
na marcha em prol do norte

quarta-feira, 5 de maio de 2010

A PEDRA DO REINO

" A verdade é que as 'subdivisões prismáticas da Idéia' de Mallarmé, o método ideogrâmico de Pound, a apresentação 'verbivocovisual' joyciana e a mímica verbal de Cummings convergem para um novo conceito de composição, para uma nova teoria de forma - uma organoforma - onde noções tradicionais como príncipio-meio-fim, silogismo, verso tendem a desaparecer e ser superadas por uma organização poético-gestaltiana, poético-musical, poético-idegrâmica da estrutura: POESIA CONCRETA" Augusto de Campos

quinta-feira, 29 de abril de 2010

CRACK


Tem uma pedra no meio do caminho
No meio do caminho Tinha uma pedra

...que eu fumei.

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Pé de Batata



Batatinha quando nasce...

Nasce
Cresce
Reproduz-se
e morre.